Celebrações duvidosas

Howdy people?

uma vez eu falei sobre a falsidade humana em datas comemorativas, e agora resolvi falar de mais uma, pelo simples motivo de que cansei de planejar a dominação global e tava com uma idéia fresquinha na cabeça.

Aniversário é um momeno da vida em que completamos um ciclo solar e computamos em nossa agenda 365 dias, ou 12 meses, ou 1 ano mais perto da morte. Se o ser humano teme tanto a morte, pra que ele comemora o momento em que ela vai se aproximando? Vai enteder…

Até antigamente, apenas as pessoas mais chegadas ao aniversariante lembravam de seu aniversário, e este, para se sentir mais importante ficava tentando lembrar todo mundo que data se aproximava (“nossa, eu acho que eu to ficando velho”, “caramba, que dia é hoje?”, “nossa, queria tanto ganhar tal coisa…” ou coisas do tipo). Mas aí veio um sujeito malvado (e com o nome deveras esquisito) chamado Orkut Buyukkoktenk e inventou o Orkut, tal praga que logo assolou nossa queridinha casa que conhecemos pela alcunha de Brasil.

Agora, todo mundo sabe a data do aniversário de todo mundo, e com isso são contagiados por um falso amor que por sinal assola também todos os outros supostos amigos do aniversariante.

Lembro-me de uma vez que uma amiga teve o orkut hackeado, e o cracker colocou em sua foto de exibição a foto de uma humana seminua, e em sua mensagem pessoal “eu quero sexoooooo”, além de ter alterado a data de seu aniversário para o dia seguinte. Quando eu vi o que houve, achei o fato curioso, mas fiquei quieto. No outro dia, de tarde, me mostram uma série de prints com algumas almas bem amigas que encheram sua caixa de recados com mensagens de “feliz aniversário” e “parabéns” (e também um que dizia “sempre soube que você queria sexo…”).Acho que fazia muito tempos que eu não via tanta gente idiota junta.

É nessas horas que vemos quem são realmente amigos e quem são simples orkuteiros em busca de aumentar seus números de contatos internéticos.

Mas, existem duas coisas que tornam o aniversário tão especial e merecedor de um post sobre ele: A festa, já citada, e os presentes.

A festa

Festa de aniversário é algo que sempre merece atenção especial, principalmente se o dono da festa for rico. Aí é quando podemos pois podemos comer à vontade, nos empanturrarmos de refrigerante, ficar com a taixa de colesterol o mais elevada possível e ter um coma alcoólico (em festas adulas, óbvio) absolutamente de GRAÇA! Mas isso só ocorre em festa de rico, se o aniversariante não o for, geralmente prefere gastar dinheiro com algo útil, como comprar uma girafa, ou um peso para peso de papel.

Nessas festas todas as pessoas querem simplesmente aparecer e esconder tudo de ruim que tem – sim sim, esconder tudo de ruim, ou você esperava que EU fosse em algum momento ser carinhoso com alguém? – para simplesmente tentar sem mais inútil e retardado que o companheiro alheio. É divertido reparar como as mulheres costumeiramente se entopem de maquiagem para tentar mostrar que são alguma coisa e no fim saem parecendo bonecas de porcelana, de tanta base, palhaças, de tanto batom, e prostitutas, de tanta sombra no olho; ou geralmente se parecem com uma mistura das 3…

É também hilário reparar nas criancinhas chatas que ficam rondando a mesa centraal para tentar roubar algum doce, ou roubam um garfo para estourar os balões, ou ainda choram a festa inteira porque estão cansados em com vontade de ir embora.

Mas o mais interessante de festas é quando ocorre algum conflito, principalmente envolvendo combate físico. Estes geralmente são providos por mulheres de inteligência duvidosa, que reparam em algo muuuuito importante e necessário para sua existência (que é geralmente uma roupa igual à sua) e simplesmente partem para o combate, o que resulta em um panavuêro desgraçado por parte de outras mulheres(desculpem, é gíria baiana, entendam como uma grande bagunça generalizada), e o delírio masculino, principalmente quando ocorre uma ruptura nas costuras da roupa íntima feminina de uma das combatentes.

Os presentes

Meus caros, se existe algum intuito em se fazer uma festa, gastar horrores de dinheiro para divertir um bando de retardados e falsos, esse intuito não é celebrar a pseudo-amizade que há entre os convidados e o dono da festa, esse intuito é ganhar presentes.

Sim meu caro, aquele amigo seu que faz aquela mega-festa no seu aniversário, compra 5 barris de chop e contrata 3 strippers pra sua festa fica desapontdo sim quando vê que a única coisa que você tem em mãos são seus longos e horrorosos dedos para comer o bolo que ele comprou com tanto carinho. Lógicamente ele preferia que você trouxesse um Iclone noviho para ele poder usar e exibir pra todo mundo, mas como você é um retardado, falso e sem coração, você não o trará, e deixará seu amigo apenas mais desapontado e a um passo de virar emo.

Mas sempre tem alguma alma caridosa que é caridosa (meldels, que revelação!) e traz um presentinho porque realmente se importa, ou algum amigo sacana traz um presente também sacana com o intuito de sacanear mesmo (rappa, estou revelador hoje viu?). Como nu8nca conheci uma alma caridosa nessa vida, resolvi estudar melhor o amigo sacana, afinal, faço parte dessa classe.

O presente do amigo sacana será extremamente cruel, sádico e envergonhante. ele puxará seus medos mais internos e os trará à tona na frente de todos, de modo que sua única alternativa será chorar igual a um bebê catarento e chamar a Super Nanny pra colocar o amigo no cantinho da discilplina. Muito provavelmente você ganhará coisas como: uma calcinha fiuo dental, um vibrador de 26 cm na cor real black, uma montagem photoshopada de você pegando uma baranga/otro ômi (ou uma foto real, se seu passado te condenar). Na verdade, você ganhará isso se tiver SORTE, mas caso seu amigo seja sacana assim como eu, pode esperar coisa beeeeem pior, como isso aqui:

Repare no singelo garotinho franzino de boné azul, aquele sou eu, e eu paguei quase tudo sozinho, como forma de demonstrar meu elevado amor por uma querida colega. Sim, é dissaí pra baixo…

Agora você deve estar se perguntando: “mas pra que P***A você tá escrevendo tudo isso aí AgaGe? De que inferno de lugar você tirou essa idéia?”. Bem, antes que você pense muito sobre o lugar daonde eu tirei a idéia, saiba que eu to escrevendo isso tudo aqui porque amanhã (dia 28/08/09) é quando o excelentíssimo senhor Higor Ernandes Ramos Silva, o seu querido Higór, ficará um ano mais perto da morte. Damos os parabéns a ele e deixo de aviso: amanhã vai ter ovada…

Parabéns a você mai frendi!

Até lá, que Nimb role bons dados para você!

2 comentários sobre “Celebrações duvidosas

Digaê

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s