Pá, Pá, Pá

Cidade pequena. Notícia ruim corre, ruim voa, péssima teleporta. E foi assim esses dias.

Estava eu, recém-chegado do mercado, na casa de mainha (que é como eu chamo minha vó). Estávamos eu e o marido da minha tia de papo pro ar quando eu escuto de lá de fora:

“Pá, Pá, Pá”.

Como já é de praxe, mandei uma daquelas tiradas rápidas que tanto causam riso em mainha: “Ouviu aê? Acabou de morrrer 2!”. É quando a começamos a ouvir um burburinho vindo da rua e pessoas correndo com as costas abaixadas. Então eu percebi que tinha sido tiro mesmo.

Mas o que me fez me sentir um grande feladaputa foi que a primeira coisa que eu pensei foi :”Puts, eu posso fazer uma grana com essa parada de vidência…”. Não tinha passado nem 20 segundos do barulho o celular do marido da minha tia toca. Era minha tia alertando que meu primo estava na rua, o que não me fez me sentir muito bem, afinal eu poderia ter pensado em ganhar dinheiro com o sofrimento do meu primo.

Então, o namorado da minha tia foi de carro caçar o muleque. Nesse tempo eu fiquei em casa fechando as janelas ele foi na rua caçar meu primo e muitos curiosos foram ver o que realmente tinha acontecido, um desses curiosos era a vizinha da casa de mainha. Em alguns minutos volta o marido da minha tia com meu primo e a vizinha.

Segundo ela tinha morrido uma menina jovem, e ela (a vizinha) estava chocada. E meu primo, o qual é mais nonsense até que eu, ao invés de ouvir calado pergunta: “E você conseguiu ver como ela tava lá?”. Enquanto a mulher tentava segurar as lágrimas, eu e o marido da minha tia repreendíamos meu primo com algumas ameaças de morte.

15 minutos depois chegam minha vó e minha tia preocupadas com a situação ( e eu ainda preocupado em minha futura carreira como vidente). A gente lá em casa apreensivo  Como minha vó é pior que rádio patroa, lá se foi ela pelas ruas tentando descobrir o que realmente tinha acontecido.

Nem um repórter de revista de fofoca teria se saído tão bem. Em uma velocidade supersônica, minha vó saiu as ruas, checou todos os seus contatos, analisou as fontes e em 20 segundos tinha um dossiê completo em mãos, com direito a vítimas, hora, local e suspeitos. Sabia também daonde vinha a vítima, daonde vinha sua família, e sabia que o prefeito tinha ido até lá para prestar solidariedade e quase foi linchado, quase-fim que teve também um dos atiradores, que foi pego e escapou porque o delegado era correto, mais correto do que ele deveria ser.

Tudo isso em 20 minutos. Quase uma the flasha.

Chegando em casa, mainha relatou-nos toda sua épica jorada em busca do saber, e nós ouvimos atentamente (afinal, temos que saber tudo direitinho pra depois contar o “causo”). Depois foi contar a minha mãe por telefone.

A partir desse dia eu comecei a desconfiar que minha mãe era uma telepata, porque quando minha vó ligou ela já sabia e incclusive tinha informação nova: a mãe da menina era colega dela de profissão (minha véia é professora, pobre alma….). Afinal acho que vou desistir da faculdade de informática e prestar para jornalismo. Com tantas ratas-repósrteres em minha família já deve tar mais que no meu sangue isso.

A menos que eu seja adotado. Aí eu tomo um pouco de ADE, faço umas duas plásticas no rosto, me mudo pra São Paulo e vou fazer vida na Augusta. Ou economizo o dinheiro da passagem (pra gastar em bala de maçã verde) e faço vida num dos pontos locais.

É… Acho que não vou arriscar e continuar na linha da informática mesmo…

E que Nimb role bons dados para você!

3 comentários sobre “Pá, Pá, Pá

  1. gostei da sua ideia de tuh ir fazer vida na Augusta, ia ser legal ver você de Puta … pensa mais na profissão, se seguir faz uma foto e posta no twitter !!
    ;)

    Curtir

Digaê

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s