Saia do computador e vá ler um livro

Bom, meu carnaval não foi tão produtivo. Eu passei grande parte dele trabalhando, teve tiro na rua  no primeiro dia e o único dia que eu saí eu voltei cedo demais. Mas já era de se esperar coisas desse tipo.

O que eu não consigo entender o porquê é o fato do blog ter continuado com o número de visitas diárias normais (50-75 em dias comuns, 75-100 em dias após postagem). Isso me faz pensar que vocês realmente deveria procurar coisas úteis a se fazer, ao invés de ficar no computador o dia inteiro lendo blogs. Eu sugeriria que vocês fossem à festas e apertassem o botão “Stronda mode ON”, mas eu  sei que se vocês já não o fizeram, não o farão.

Então eu indicarei ler um livro.

Se quando eu falei “ler um livro” você pensou “OMG Vo tirar Crepúsculo do armário e reler aquele livro pela décima nona vez !!!11!1!!!one!1!!um!1!1!!!batata!!!!!!” saia daqui. Sério mesmo, saia daqui, com esse pensamento eu creio que eu vou acabar te batendo antes que você termine de ler esse texto.

Lembrando que essa lista é totalmente feita a partir de minha opinião e não estou levando em conta a qualidade dos livros, apenas o prazer que eles me propiciaram enquanto eu passava meus sensualmente esbugalhados olhos castanhos pelo livro.

Comecemos a lista então:

Harry Potter 6:

Antes que se comece o mimimi quero avisar que só li os dois últimos. Isso se deve ao fato de que eu me recusava a ler enquanto o livro era moda e tudo o que cortaram dos filmes eu soube pelas rodinhas de discussões de amigos. Como o último é chato pacarai e tem um final de merda, eu recomendo o 6, que tem uma história bem interessante, além de deixar o gancho perfeito pro último livro.

Trilogia tormenta:

Esses livros tem uma história curiosa. Eu tenho os 3, comprei com o dinheiro do meu trabalho e isso me fez ficar orgulhoso. Mas eu nunca tive os tres em casa, na minha prateleira, pra eu  ficar contemplando. Sempre estavam emprestado com algum imbecil. O primeiro dos três eu comprei em 2007, e desde lá já passou em mais mãos do que cocota em baile funk, destino não diferente dos outros dois livros.

Mas enfim, esse estaria aqui mesmo que eu fosse fazer uma lista de qualidades, é um livro excelente, embora o escritor seja um filho da mãe com todas as letras. Ele desenvolve duas ou três tramas separadas  em seus livros, e as fica entrecortando sempre nas melhores partes, de modo que você não consegue conter a curiosidade e continua lendo. Isso num livro de 600 páginas te faz virar um zumbi, e querer matar  o autor que não conta logo o fim daquela porra de história.

Os personagens são o ponto alto do livro, pelo fato de serem humanos, mas humanos de verdade, cometerem erros, botarem tudo a perder pela sua teimosia, relutância, etc… Não são como os heróis imbecis da maioria dos livros que sempre fazer tudo certo…

Enfim, tem tudo o que livros excelentestem: personagens marcantes , enredo que prende, frases realmente fodas (“O que é essa bacia lorde louco? É algum instrumento divinatório? Está vendo a loucura pelos olhos de um de seus servos?” Nimb responde: “Não, estou olhando uma bacia com água”). No fim das contas, merece que você gaste o dinheiro das balinhas de maçã verde adquirindo-os.

Eragon:

Ahhh, você viu o filme? Esqueça. A adaptação cinematográfica de Eragon não tinha como ser pior. Além de não terem colocado o gancho que desencadeia a história, cortaram 70% do livro (conseguiram superar o senhor dos anéis nesse quesito) e colocaram uma história “the flash”, mas assim como quase tudo na vida, o livro é bem melhor.

O que eu mais gosto em Eragon é o cresimento da personagem  principal, que começa sendo um camponês imaturo, incerto e tendendo a homossexualidade, para terminar o livro como o maior herói do mundo, sem ser um pé no saco como a maioria o é. E também o fato da história narrada ter uma trama só, fazendo com que as pausas sejam menos sofridas.

Os coadjuvantes nesse livro também são um ponto forte, chegando a ser mais carismáticos que o próprio protagonista.

Também vale o dinheiro das balinhas.

O dia do curinga:

Um dos livros mais total full dorgas que eu já li. Mas é realmente interesante. Utiliza o mesmo recurso de contar duas tramas paralelas, mas sem fazer você ter vontade de esganar o autor. Em consequência não é tão “vidrante” como os outros.

Talvez um dos pontos que me fez gostar do livro é a incessante relação com o baralho que ele faz. Uma das duas tramas paralelas é um livro que conta a história fantasiosa de um home que vai parar numa ilha povoada por cartas de baralho, o próprio pai do protagonista coleciona curingas de baralho.

Fora isso, é um excelente livro, merece ser comprado (e se alguém for comprar me empreste por favor, tem muito tempo que eu não o leio).

O mensageiro da concha:

Livro de fantasia. Se vocês analisarem todos os exemplares dessa lista são de fantasia. A meu ver os livros são uma fuga da realidade, um lugar para onde você é transportado para outro lugar, então nada melhor do que ler livros onde a realidade é alterada.

Esse livro se passa na índia, o que já me atrai. Qualquer livro que se passe fora da Europa e sem Europeus vale a pena ser lido. Além disso, não fala da Índia padrão, e sim da índia como ela é, pobre, maltrapilha, superlotada.

Além disso, o protagonista é um moleque inexperiente, que comete erros a cada minuto, quase sere botando sua segurança a perder, o que dá O charme ao livro. Além de ser acompanhado de duas personagens secundários beem marcantes, que fazem com que a aventura seja realmente especial.

Outro livro que vale quebrar o porquinho.

Bom, é isso. Espero que vocês aprendam a lição e deixem de serem nerds e façam algo de produtivo para essas mentes ao invés de ficarem pensando Em Edward-alérgico-a-vaginas-Cullen ou Silvia Saint que eu sei que estão no seu navegador enquanto vocês leem isso.

E que Nimb role bons dados para vocês !

Digaê

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s