7 dias sem facebook – Dia 1

00:01 AM – Meus amigos estão me zoando. Pelo facebook. Droga.

00:08 AM – Os mesmos amigos estão conversando no chat com o som de chat ligado, em volume alto, pra me provocar curiosidade. Pobres coitados.

01:40 AM – Adiantei a leitura d’O Hobbit, coisa que já tenho feito nas últimas semanas, mesmo tendo enormes dificuldades no que diz respeito à leitura (tanto em quantidade de vezes que leio, quanto em tempo). Nada de muito novo, um velho capítulo por dia, como sempre.

02:05 PM – Sem facebook, cheguei no trabalho e fui trabalhar.

05:45 PM – Quase entrei no facebook por um link do site e desenvolvimento. Desespero instantâneo.

09:15 PM – Aula prática de laboratório. Me peguei olhando pro PC do colega ao lado com facebook aberto, doido pra pedir pra ele entrar no meu perfil.

11:00 PM – Tirei um tempo pra consertar o mouse. Deixei-o pior que antes, mas parei e pensei que já que não tem muito o que fazer (mentira), não custa tirar uns minutos pra tentar consertar.

11:34 PM – Fui jogar uma partida de LOL, não tenho como chamar os amigos pra jogar também. Ao menos não como de costume.

Pois bem, até agora, foi o que rolou. Primeiro dia de experimento, não deu pra notar ainda grandes mudanças comportamentais. Sem sinais de abstinência tais como tremedeiras, agitação excessiva ou falta de foco, assim como o esperado. Não querendo ser tendencioso pra nenhum lado da pesquisa, mas senti certa disposição extra nas atividades de programação, já que, por alguns momentos, tinha em mente que “já que não tem nada no facebook pra ver, ou melhor, não posso ver nada do que tem no facebook, vou fazer o que devo”.

Confesso que no momento em que fiquei no laboratório durante a aula prática, a falta de foco me despertou vontade de saber o que tava acontecendo. É difícil se livrar de velhos costumes.

Mas antes que você me acuse de estar sendo muito classemediasofre por estar me privando de algo tão banal enquanto tem gente usando crack nas ruas e não consegue se libertar, peço que avalie tudo isso como um experimento com a intenção de te despertar o senso crítico com relação ao vício em meios de comunicação e em informação, útil ou inútil, coisa que, a longo prazo, guardadas as devidas proporções, pode causar dano ao teu cérebro tanto quanto crack.

Ou leia na expectativa de me ver pagando as consequências, haha.

2 comentários sobre “7 dias sem facebook – Dia 1

Digaê

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s